quinta-feira, 14 de maio de 2009

Sentir

Sentir sentindo,
passando por perto,
sorriso ao largo
para ponto incerto!
Miragem das águas,
sonhos ausentes,
admirando-te,
continuando a sentir!
Sonhos já abertos,
realidades,
beijos que marcam!
O teu cheiro,
o teu cabelo,
as minhas mãos percorrem-te
em tons de abraço!
Tu! Tu e sempre tu!
Olhares que prendem,
mãos entrelaçadas,
prado de orquídeas selvagens
da minha vida!

Sem comentários: