terça-feira, 19 de maio de 2009

Sinto

Sinto a tua falta! Sinto MESMO a tua falta! Onde estás?
Perto do meu coração?
Não te vejo, mas sinto-te e cheiro-te! É como se tivesse a tua mão no meu cabelo, como se sentisse a tua respiração na minha orelha!
Arrepio-me! Fecho os olhos e deixo-me ficar a saborear a delícia do pensamento que deixas em mim!
São os teus passos na areia da minha vida!
É o teu delicioso beijo no meu oxigénio!
És tão somente tu, mulher bela e inquietante de sorriso discreto e excitante!
E eu, puto perdido, de olho molhado, por ti (quase) perdidamente apaixonado!
15 de Maio de 2009, 12:33

Sem comentários: