sexta-feira, 18 de setembro de 2009

Amanheceu...

Amanheceu... manhã bonita e fria, de sol tímido e brisa do mar... acordei sentado numa onda, um mero e vago pensamento de conforto, cabelo molhado e mãos agarradas de areia e pedaços de verde sargaço... ainda não me esqueci daquilo que não quero esquecer! E assim obtenho a minha força!

quarta-feira, 2 de setembro de 2009

"Por quem eu não esqueci..."

Vidros abertos e velocidade reduzida; é noite e está frio, apesar de ser Verão... as ruas são todas iguais, os cheiros são os mesmos! Os carros ultrapassam-me e observo tudo atentamente, com o olhar de antigamente... já nada é igual e não te consigo encontrar! Desejo que seja ali e agora, mas os meus pedidos não são atendidos! Fecho os meus olhos e imagino que passas ali, ou em qualquer outro lugar que eu esteja... mas não passas.. e eu não esqueci! Quer queira quer não, continuo ali; sentado à espera ... de ti!



Alma perdida!

Eu não sou quem sempre fui, se bem que por vezes caminhei entre o passado e o presente, levado pelos ventos e pelas marés, pelo choro da gaivota teimosa que voava, pelo toque gelado do oceano nos meus pés; de olhos fechados e ouvidos abertos, pronto a abraçar o desconhecido e dar-lhe da minha água e do meu conforto! Sou uma alma perdida que andou à deriva tempo suficiente para saber que jamais se encontrará!