segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

... o meu "mar"....

Hoje fiquei com uma vontade indescritível de ver o meu "mar"; de me sentar lá perto e sentir o seu som, o seu cheiro, e escutar a sua canção de embalo! Ir lá "buscar as minhas forças", e relaxar a alma e o espírito! Precisava de uns momentos (horas) a sós para procurar respostas para algumas perguntas que me têm surgido na alma! Senti também que naquele momento não faria sentido estar sozinho. Honestamente tive que baixar os braços e assumir que me senti completamente perdido e desorientado. Há momentos assim! Não fui ao meu "mar", mas mandei lá o meu espírito... e ele regressou calmo... mas ainda não sorriu!

Sem comentários: