sábado, 9 de janeiro de 2010

Sou normal!

Hoje alguém me dizia: "Sou normal!" - normal hoje é sermos vulgares! Tu és um ser brilhante, cativante e fabuloso! Uma estrela daquelas inesquecíveis, com rastos de alegria e simplicidade, sempre com escolta de névoa cintilante! Tu és o mito do antigamente, o encanto de um olhar, o deleite de uma alma! Tu és diferente!

Sem comentários: