terça-feira, 2 de março de 2010

Sinais de Fogo....

Sou um admirador pacífico de Gonçalo Amaral. Respeito o seu trabalho e sei reconhecer o importante contributo que ele deu à Polícia Judiciária em todos os anos que lá esteve. Mais ainda, sei avaliar a dificuldade da investigação que liderou; e sei fazê-lo porque reconheço que no trabalho de investigação criminal há por vezes uma larga diferença entre aquilo que se sabe e o que se pode provar! Acredito que Gonçalo Amaral esteja "enterrado" em certezas que não se conseguem traduzir em provas e tudo isso o leva a indignar-se contra este processo e tudo aquilo que ainda desconhecemos do mesmo. Ontem vi a entrevista conduzida por Miguel Sousa Tavares. Não só fiquei estarrecido pela arrogância do mesmo, que lhe é conhecida, mas também fiquei ainda mais surpreendido com a falta de conhecimentos que ele demonstrou sobre todo o processo e, acima de tudo, com o desconhecimento total sobre as regras processuais penais mais elementares! Miguel Sousa Tavares passou uma imagem sem qualquer tipo de isenção, ignorância ridícula e tentou sempre, em todas as oportunidades, denegrir e insultar Gonçalo Amaral. A tentativa de o colar às agressões contra a célebre mãe de Joana foi de um baixo nível tremendo. Não é possível que alguém aparentemente culto consiga acreditar que tão pesadas condenações num país como Portugal se tenham conseguido "à porrada", e nada tenham a ver com as provas forenses recolhidas e analisadas cientificamente. Miguel Sousa Tavares foi agressivo, irónico, manipulador, insultuoso e ignorante! Não deixou Gonçalo Amaral falar, nem sequer aceitou ou deixou que ele terminasse as suas meras tentativas de participar. Foi pena que Gonçalo não tivesse a coragem de se levantar e deixá-lo a falar sozinho. Aquilo não é jornalismo! Nem Miguel Sousa Tavares é jornalista! Assim não! Quem viu o primeiro programa com José Sócrates fica seguramente a pensar se são amigos ou se MST tem medo do Primeiro-Ministro. Agora o programa de ontem foi uma vergonha! Não torno a ver nada mais apresentado por esse senhor. Devemos ter o privilégio de escolher bons comunicadores. E Miguel Sousa Tavares deixou de o ser!

4 comentários:

Anónimo disse...

DITTO.
Volta M M Guedes...

Anónimo disse...

Foi vergonhosa esta "entrevista"? em que só falou o "jornalista" e usou e abusou da posição, passando de interrogador, a Juíz, a detective, dir-se-ia que foi um programa encomendado pelo casal Mcaan...já nem digo nada, ultimamente vale tudo!
Conseguiu com isso que se até agora hvia muita gente para quem este assunto até estava arrumado por incómodo, passar a ter uma simpatia e necessidade de acompanhar o inspector Gonçalo Amaral. A sua tese até prova em contrário é a resposta para tanta dúvida....
Também não volto a ver este programa...quem o pôs lá que o ature!
Maria

Anónimo disse...

A moeda tem duas faces . Numa , a delinquência investigatória ; noutra
a Anestesia Social e a consequente Obesidade Mental .
Mas quem é Gonçalo Amaral ?
Um Diabo travestido de Deus ?
http://www.asmeninasquevieramdasestrelas/index.html/

Processos contra G.A. :
No foro crime :
Crimes de tortura de Leonor , um hóspede e o irmão e o companheiro de Leonor .
Crimes falsificação de documentos e violação do segredo de justiça , difamação ,
denuncia caluniosa , injurias , ofensas à integridade física , danos , ameaças de
violência , perturbação da vida privada de terceiros e burla de familiar !!!
No foro cível :
Apreensão e proibição do livro AVM , arresto de bens , acção de indemnização .
Ainda , procedimento disciplinar .
Tudo nebulosamente complicado com a sua intimidade privada
Gonçalo Amaral aposenta-se em Setembro de 2008 , para se furtar a procedimento disciplinar , em virtude do caso Leonor , irmão e padrasto de Joana e um hóspede .
O livro foi publicado em junho/julho de 2008 . Teve que ir para a tipografia o mais tardar em Maio de 2008(onde ilicitamente tomaram conhecimento dele) . O processo foi arquivado em finais de Junho de 2008 . É óbvio que Gonçalo Amaral cometeu o crime de violação do segredo justiça p. e p. no artigo 371º do Código Pena l com a agravante de ainda ser funcionário público , não escapando assim às duas sanções disciplinares. .
Ainda tem duvidas ???

Tiago Coen disse...

Sinais de quê?...
http://utopiko.wordpress.com/2010/03/03/fumo-sem-fogo/