segunda-feira, 12 de julho de 2010

... nada acontece!

O tempo passa... nada acontece! Nada nunca acontece! Ou pelo menos nada daquilo com que se sonha! É um sentar eterno frente ao sonho, à ilusão, e saber que nem o sol nasce, nem a lua adormece! É um balançar constante e sem destino das pernas ao vento, em cima de um baloiço, perdido no tempo! Tudo passa, desde os segundos às semanas, e as desculpas amontoam-se, tornam-se cada vez mais escassas e ridículas, sem respeito ou decência! Mas é tudo mesmo assim; aliás, sempre foi! E tudo o que resta é aquele sonho (ir)real de algo que não se percebe bem o que é/foi, mas que soube bem. Às vezes penso que, não sendo assim, deveria fazer o mesmo, deveria ser mesmo assim; mas este descuido não assenta na minha forma de ser! Não... de maneira alguma! E o tempo passa, como há pouco dizia, e eu continuo perdido nos meus pensamentos, na minha saudade, no canto do meu olho virado para o passado, pensado cada vez mais em desfrutar o presente e criar o futuro, sorrindo sempre! Já dizia alguém: "para quê esperar por quem nunca vem?" - e assim o futuro melhora!

2 comentários:

Poetic GIRL disse...

Como eu tenho essa sensação, sinto o peso do tempo nos meus ombros e sinto que a mudança que desejo nunca mais chega... beijo grande

Anónimo disse...

Obrigado por voltares a escrever....
Obrigado, pelas palavras... que aqui dentro parecem gestos! tenho vindo aqui e nada encontro, como se a resposta que espero nunca mais chegasse... mas aqui tou eu... e sim ela chegou....
veio com palavras que por muito que queira não me satisfazem... mas ajudam, sp ajudam...
Obrigado!