quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Eu estou longe!

Aquele bocadinho perdido em palavras ali à beira daquele mar que eu tanto quero ter perto de mim, foi tudo o que despertou a minha paixão para voar para lá das almas, e querer saber mais, preocupar-me, saber a diferença, entendendo-a e querendo-a desmistificada! Eu quero saber os pormenores! Não todos, mas apenas aqueles que moldarão as minhas atitudes, a minha necessidade de saber e ser atento, não perder pitada, segundo, movimento, gesto ou sorriso! Quero estar lá, mesmo não fazendo nada, ou até mesmo estando ausente! Mas lá, de coração, de pensamento, no minuto em que seja preciso. Estou longe, sou distante! Estou longe, sou frio! Estou longe, sou eu! Preciso de descolar em direcção às nuvens frias que lá em cima, ao longe, tanto me chamam! Preciso de ver outras perspectivas, analisar outros momentos, decidir que diferenças quero saber! Eu estou longe, mas não me vêm!

Sem comentários: