quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

Tu és a minha flor!

Observo tranquilamente aquela flor que tanto me chama a atenção! Busco os pormenores das gotículas de água que a protegem! Adoro! Fascino-me segundo após segundo, com esta beleza selvagem! Sinto que ela também me observa e inclina-se para mim, como se eu a fosse tocar ao de leve nas suas pétalas, tal mão que se entrelaça num momento ímpar de carinho! Aquela flor tolda-me os sentidos, anestesia a minha mente, faz-me sentir feliz! Uma simples flor selvagem, amarela, marcante, com um delicioso aroma que se entranha nas narinas e adocica a alma! Um aroma tão doce, tão fresco que fica sempre presente, mesmo quando o vento é forte e o tenta levar! Assim é a minha flor, aquela que eu tanto admiro! Cortar-te seria diminuir a tua beleza, por isso prefiro saber onde estás e passar aí todas as vezes que puder, ou sempre a que a saudade obrigar, e admirar-te com carinho! Tu fazes parte dos meus momentos diários em que a tua perfeição acalma a minha solidão! Tu serias a minha companhia para uma vida de admiração e dedicação! As tuas pétalas são o motivo do meu carinho! Tu és a minha flor!

Sem comentários: