domingo, 6 de fevereiro de 2011

Viagens ao futuro!

Cada vez mais adepto do tempo que passa e da cristalização de ideias passadas, há muito enterradas! Sinto a distância diminuir no sopro da vela que o vento deseja empurrar! Quero partir para lá da linha do horizonte que separa a água do toque efusivo no céu azul! Quero ser maior, voar sem me preocupar, sem ceder à tentação de pairar por cima do nada, do vazio da vida e dos sonhos! Quero encontrar-me lá, com a doce sensação do que vivo, com a inesquecível recordação que trago na minha alma! Quero levar para o cume das montanhas do céu o sorriso que me faz viver, a saudade que me faz vibrar! Quero sentir-me na vertiginosa queda livre, em direcção à vida que tem que ser vivida intensamente! Raios azuis, borboletas douradas, gaivotas a planar, sons doces e estridentes no hemisfério que separa a noite do dia! Viagens ao futuro, perdido na mais profunda sensação de vida: tu!