sexta-feira, 18 de maio de 2012

Apaziguador?

Vou entrar na louca e vertiginosa viagem ao meu mundo; àquele pequeno espaço impoluto, fechado em vidro, lá longe, onde o mar e os céus se tocam, bem lá na curva da vida! É a vontade da viagem final, do são recolhimento à génese dos meus pensamentos, dos meus segundos vividos com sabor, com espuma do mar, com odor a maresia! Bem queria lá passar as minhas férias, descansar os pensamentos, curar o cansaço que já vai deixando as suas marcas! É nestes pequenos espaços mentais, escondidos pela Alma, que encontramos os momentos de dignidade a que temos direito. Lá longe, onde quer que isso seja, mas que seja nosso, acolhedor e, se possível, apaziguador!